Mercado

Indústria de cosméticos para homens surpreende à crise e cresce

Os homens estão consumindo e cuidando mais da aparência. As prateleiras para a sessão masculina, agora tem muitos mais do que apenas pincel e barbeador.

A cada 15 dias eu compro alguma coisa para mim e meus filhos.

– Alexandre, consumidor.

Aquela mania de usar shampoo para cabelos lisos e cacheados só por que é o único que tem no banheiro é coisa do passado.

A vaidade hoje em dia não é mais vista como um defeito e cuidar do cabelo e da pele virou rotina, basta entrar em uma barbearia para ver que a imagem que o homem faz desse tipo de cuidado pessoal está bem mais caprichada.

Pesquisa

De 2014 para 2015 na linha masculina cresceu mais 2,4%. A ABIHPEC (Associação Brasileira de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos) fez uma pesquisa para entender e aproveitar melhor essa mudança. Entrevistou 425 homens das classes A, B e C. 45% se declararam “super vaidosos”, 34% passam creme hidratante, 26% usam protetor solar diariamente.

A pesquisa mostrou também que os jovens de 14 a 20 anos são os que mais dão importância para os produtos de beleza.

O que é fantástico você projetar esse mercado para os próximos 10 anos, você vê uma perspective de um mercado que vai quase explodir!

– Carlos Basilio, presidente da ABIHPEC

A participação de produtos voltados para homens no mercado passou de 10% em 2014 para 19% em 2015.

Reportagem

Veja o video da reportagem completa no site do Globo.com

Fonte: G1 | Bom dia Brasil

voltar
Cancelar