Vendas

5 técnicas de vendas diretas para utilizar

Aumentar o lucro por meio das vendas é um objetivo que todos os donos de negócio têm em comum. Afinal, para que a empresa seja bem-sucedida no mercado, tenha uma marca consolidada e alcance suas metas, vender mais é fundamental. E, para isso, é necessário que sua equipe comercial conheça técnicas de vendas diretas.

Afinal, uma venda não acontece quando o vendedor simplesmente tem “sorte” ou uma lábia muito boa, e sim por saber aplicar as técnicas certas, que convencem o cliente a comprar o seu produto na hora em vez de dizer que “vai pensar” e nunca mais voltar.

Por isso, é importante treinar o seu time para que as vendas aumentem. Trazemos aqui neste artigo 5 técnicas matadoras que farão com que ele venda mais e melhor.

1. Acreditar no produto

Sabe quem deve ser o fã número um do seu produto? Não, não é o cliente e sim o vendedor. Para oferecê-lo ao público, é essencial que ele conheça todas as características que o produto tem e, acima de tudo, acredite em sua funcionalidade.

Dessa forma, o vendedor poderá transmitir essa confiança enquanto atende o cliente e faz a oferta. Portanto, permita que ele ou pessoas próximas usem o produto para que seu entendimento e credibilidade na hora de vender sejam maiores.

2. Ter um rapport com o cliente

Rapport nada mais é do que uma ligação empática com a outra pessoa. Mesmo que o perfil do vendedor seja muito diferente dos seus clientes, reproduzir a forma como eles falam e conhecer o que eles gostam criará uma empatia e, em seguida, uma confiança maior no seu vendedor. E as pessoas compram somente de quem elas confiam.

Você sabe qual é o perfil de cliente que seu negócio atende? Quais são seus gostos, faixa etária, que lugares frequenta, que tipo de linguagem usa ao falar? Saber isso tudo é de extrema importância na hora da venda para criar um rapport.

3. Oferecer o que o cliente busca

Toda vez que um cliente faz uma compra, existe uma razão por trás dela. Por exemplo: quando uma mulher compra um item de cosmético para uso pessoal, sua intenção costuma ser se sentir bonita e bem consigo mesma.

Por mais que seu produto seja maravilhoso, mesmo que ele esteja com uma oferta imperdível e por tempo limitado, o cliente só vai comprar quando perceber que o produto vai entregar aquilo que ele tanto procura.

Por essa razão, o bom vendedor deve fazer perguntas ao cliente a fim de descobrir o que ele está buscando e alinhar isso à oferta no processo de venda. Dizer o mesmo que o cliente também funciona muito bem, tanto que é a quarta técnica.

4. Usar as palavras do cliente ao aplicar técnicas de vendas diretas

Uma vez que seu representante de vendas tenha construído rapport e entendido o que o cliente tanto procura no produto, é importante que, durante a oferta, ele use o mesmo discurso do cliente.

Por exemplo: um homem chega a uma loja procurando um perfume que seja suave, porém marcante. O vendedor, então, pode dizer: “Este perfume é o ideal, pois tem suavidade em sua fragrância e, além disso, as pessoas que sentem o seu cheiro jamais esquecem”.

5. Contornar as objeções no fechamento

“Vou pensar e, qualquer coisa, volto” é a expressão mais temida por quem trabalha com vendas. Os vendedores medianos pensam que a venda acaba por aí, mas o bom vendedor sabe que ela começa verdadeiramente nessa hora de contornar a objeção.

O primeiro passo é descobrir o que impede a pessoa de comprar e, então, tirar a objeção do caminho. Por exemplo:

Cliente: Preciso pensar.

Vendedor: Entendo. Mas você vai pensar em quê?

Cliente: Se compro aqui ou na outra loja. Lá é mais barato.

Vendedor: Se eu cobrir o preço deles, você compra agora?

Assim, seguindo essas técnicas de vendas diretas, o time comercial conseguirá vender mais. Aliás, o seu já utiliza alguma delas? Deixe um comentário e conte-nos como tem sido a sua experiência.

voltar
Cancelar